Mostrando postagens com marcador Gotas Biblicas. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Gotas Biblicas. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

Jesus Cristo


domingo, 14 de julho de 2013

Luz Dos Olhos

"A luz dos olhos alegra o coração; a boa fama engorda os ossos." Provérbios 15:30

Falsos Caminhos

"Há caminho que ao homem parece direito, mas o fim dele são os caminhos da morte." Provérbios 14:12

Andando Na Sinceridade

"O que anda na sua sinceridade teme ao SENHOR, mas o que se desvia de seus caminhos despreza-o." Provérbios 14:2

Prudente

"Todo prudente age com conhecimento, mas o tolo espraia a sua loucura." Provérbios 13:16

A Fazenda Que Procede

"A fazenda que procede da vaidade diminuirá, mas quem a ajunta pelo trabalho terá aumento." Provérbios 13:11

A Luz Que Alegra

"A luz dos justos alegra, mas a candeia dos ímpios se apagará." Provérbios 13:9

Justiça Guarda O Sincero

"A justiça guarda ao que é sincero no seu caminho, mas a impiedade transtornará o pecador." Provérbios 13:6

Guarde Sua Boca

"O que guarda a sua boca conserva a sua alma, mas o que muito abre tem perturbação.". Provérbios 13-3

segunda-feira, 8 de julho de 2013

A 'Máquina' da Doçura!

Às vezes me pego pensando: “por que quando somos criança queremos tanto crescer?!” É uma vontade tão grande de chegar à vida adulta, que poderíamos dizer que é quase incontrolável. Essa vontade, esse desejo, esse impulso de ser adulto nos impede de perceber algumas facetas tão particulares e preciosas dessa fase singular que é a infância. Dentre essas, uma se destaca: a imaginação! Quando criança, imaginamos o tempo todo, e o melhor, não é preciso fazer força para isso, é natural, completamente natural.

Não consigo entender como essa capacidade é praticamente perdida quando atingimos a adolescência, juventude e vida adulta. O praticamente, confesso, é um eufemismo, pois é devido a muito esforço, que aqui, e ali, conseguimos algo parecido com a imaginação infantil. O que antes fazia parte do nosso cotidiano, agora parece ser uma habilidade um tanto quanto incomum.

Lembro bem de um quadro, uma tela pintada a óleo que tínhamos em casa quando eu era criança. No quadro havia uma paisagem com alguns coqueiros, uma casa na praia, o mar, uma jangada e alguns pássaros. Consigo recordar como se fosse hoje todos os filmes que eu criava com aquela imagem estática diante dos meus olhos. E o que me espanta, ao recordar disso, é com que rapidez, segurança e convicção, eu inventava todas aquelas estórias. Não eram simples fantasias infantis, mas construções a partir dessa capacidade tão singular àquela fase, a imaginação.

Diante disso surgem algumas dúvidas. Seria uma mudança fisiológica? Uma mudança na química do nosso cérebro? Sim, seria ela a responsável pela quase que falência dessa capacidade imaginativa que tínhamos quando criança? Ou será que é uma mudança psicológica? Poderia ser a soma das experiências boas e ruins – pelas quais fomos passando – a responsável pela alteração da nossa forma de ver, sentir, conviver com o mundo a nossa volta? Ou quem sabe, podemos apontar outra razão para o sumiço de nosso desvairar imaginativo: uma mudança sociológica? Os diferentes meios de convívio da fase da adolescência, juvenil e adulta, que sufocando o poder imaginativo, acabam por enfraquecê-lo, atrofia-lo e praticamente, extingui-lo? Pelo menos algo é possível afirmar: não é o compromisso de seguir a Jesus que interfere em nossa imaginação. Basta uma espiada no conjunto de suas aulas, proclamação e ensino, e logo veremos a constância com que Ele apelava à imaginação dos seus discípulos. Jesus usava a imaginação dos seus ouvintes e seguidores como uma ferramenta de trabalho.

-->




Além disso, lembrem-se que Jesus disse que o Reino é para os que se assemelham as crianças:

“E disse: Em verdade vos digo que, se não vos converterdes e não vos tornardes como crianças, de modo algum entrareis no reino dos céus.” (Mateus 18.3)

“Trouxeram-lhe, então, algumas crianças, para que lhes impusesse as mãos e orasse; mas os discípulos os repreendiam. Jesus, porém, disse: Deixai os pequeninos, não os embaraceis de vir a mim, porque dos tais é o reino dos céus.” (Mateus 19. 13-14)

É impossível pensar numa criança e não associar a ela essa pulsante característica: a imaginação.

Deixe-me explicar o porquê de tanta ênfase e destaque a imaginação. Acontece que fiquei impressionado e ao mesmo tempo fui levado aos pés de Jesus, enquanto folhava um jornal local. No jornal havia um encarte especial com vários desenhos infantis, relacionados a diferentes temas. Um dos desenhos chamou muito minha atenção. Era de uma menina de onze anos, que diante do tema “Quero ser Cientista”, dizia querer inventar a máquina que transforma pessoas amargas em pessoas doces. Isso mesmo, uma garotinha de onze anos tinha como desejo ser cientista, e isso, para criar uma máquina que transforma uma pessoa amarga em uma pessoa doce. No seu desenho ela colocou o seguinte título: “MÁQUINA PARA PESSOAS AMARGAS FICAREM DOCES”.

Em um momento como esse você tem vontade de rir, chorar, conhecer a menina, e sem dúvida alguma, também fica profundamente frustrado por olhar para si mesmo e não saber responder a uma pergunta instantânea: onde ficou minha imaginação?! Ser cientista para fazer uma “máquina para pessoas amargas ficarem doces”? Confesso, fiquei profundamente impressionado com a imaginação da menina, e, foi nesse momento, que me encontrei literalmente aos pés do Amado. Sim, o lugar onde se aprende aquilo que ninguém poderá tirar de nós. O lugar que Maria, mesmo diante da agitação de sua irmã Marta, não deixava de jeito nenhum. O lugar dos tesouros eternos. Não apenas o lugar das curas, libertações, salvação, mas o lugar onde é possível ver a Palavra de Deus encarnada. O lugar onde está Àquele, que só Ele, tem as palavras de vida eterna. Ali, nesse lugar indefinível, fui levado a compreender que apesar de a “maquina para pessoas amargas ficarem doces” ser uma criação possível apenas na imaginação daquela ilustre garotinha de onze anos, havia a possibilidade de pessoas amargas se tornarem doces: um relacionamento com o Espírito Santo!

Falar de relacionamento com o Espírito Santo não é tão simples, aliás, esse é um assunto onde à imaginação de algumas crianças grandes, já geraram inúmeros problemas. Na verdade, são praticamente dois mil anos de história da Igreja, e não temos uma respeitada teologia bíblica sobre a pessoa do Espírito Santo. Aqui e ali, vemos tentativas, algumas boas, outras nem tanto. Mas é preciso mais, é preciso levar a Igreja de Jesus não apenas reconhecer o Espírito Santo como pessoa, mas direcioná-la ao caminho de um verdadeiro relacionamento, que é vital para que nos assemelhemos Jesus. Doces como Jesus!

Acompanhe o que Deus revela ao ser humano através das palavras de Paulo:

 “E todos nós, com o rosto desvendado, contemplando, como por espelho, a glória do Senhor, somos transformados, de glória em glória, na sua própria imagem, como pelo Senhor, o Espírito.” (2 Coríntios 3.18)

Agora acompanhe o mesmo texto, segundo a versão bíblica conhecida como a Nova Versão Internacional:

“E todos nós, que com a face descoberta contemplamos a glória do Senhor, segundo a sua imagem estamos sendo transformados com glória cada vez maior, a qual vem do Senhor, que é o Espírito.” (2 Coríntios 3.18 – NVI)

Essas palavras do apóstolo Paulo aos coríntios nos apresentam duas verdades claras. Essas verdades são estímulos, incentivos, encorajamentos, a sermos pessoas doces.

A primeira, é que nós que estamos aliançados com Deus, estamos sendo transformados à imagem de Jesus. Doces como Jesus. É fato, é um processo, um processo contínuo de mudanças que nos levam a ser parecidos, mais e mais, com Ele. Aleluia! Podemos sim ser doces como ELE.

E a segunda, é que o responsável por essa mudança, por essa transformação, é o Espírito Santo. Podemos não ter a máquina de tornar pessoas amargas em pessoas doces, mas temos a real e inigualável possibilidade de experimentar essa mudança através do relacionamento com o Espírito Santo. Insisto, se a máquina de tornar pessoas amargas em pessoas doces só é possível na imaginação daquela garotinha de onze anos, a real possibilidade de uma pessoa amarga se tornar doce existe: é através de um autêntico relacionamento com o Espírito Santo!

Fico profundamente entusiasmado, e aqui entusiasmado quer dizer, cheio de ânimo, ao ver que essa é justamente a idéia de Deus para nós: sermos pessoas doces. Quando Deus inspirou Paulo a escrever aos gálatas ele poderia ter utilizado qualquer outra referência, qualquer outra figura contrastante com as obras da carne, mas ELE fez Paulo se referir ao conjunto de características da vida do Espírito Santo, como fruto! Qual a característica marcante de um fruto? Sua doçura! Obviamente os críticos podem pensar em um limão, em um jiló ou em qualquer outro fruto que não fosse doce, mas seria no mínimo um insulto comparar o fruto do Espírito a um de sabor que não o doce, ou ainda, pensar em suas características: amor, alegria, paz…, como não sendo perfeitamente correspondentes a doçura.

Entenda, enquanto o Espírito Santo for apenas uma desejada fonte de poder, você deixará de experimentar a melhor parte: ser feito doce, doce como Jesus! Entregue-se a um relacionamento com o Espírito Santo, deixe o Espírito Santo fazer de você uma pessoa doce ou se você preferir, um doce de pessoa.

| Autor: L. R. Meier | Divulgação: EstudosGospel.Com.BR |

quarta-feira, 13 de março de 2013

Agarrando-se à vida


Agarrando-se à vida

Esta imagem foi registrada em em 19 de agosto de 1999, durante uma operação de espinha bífida, no interior do útero materno, de uma criança de apenas 21 semanas.




Segundo o próprio fotógrafo: "O menino tirou sua mão através do orifício que haviam feito no útero da sua mãe. No momento que o médico levantou sua mão, o pequeno reagiu ao tato e deu um pequeno aperto. Como se provasse sua força, o médico agitou a mão. O menino a agarrava forte."
Foto: Agarrando-se à vida

Esta imagem foi registrada em em 19 de agosto de 1999, durante uma operação de espinha bífida, no interior do útero materno, de uma criança de apenas 21 semanas.

Segundo o próprio fotógrafo: "O menino tirou sua mão através do orifício que haviam feito no útero da sua mãe. No momento que o médico levantou sua mão, o pequeno reagiu ao tato e deu um pequeno aperto. Como se provasse sua força, o médico agitou a mão. O menino a agarrava forte."

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

Se não houver o Amanhã


Se eu soubesse que essa seria a última
 vez que eu veria você dormir,
 eu  o aconchegaria mais apertado,
 e rogaria ao Senhor que o protegesse.
Se eu soubesse que essa seria a última
 vez que veria você sair pela porta,
 eu o abraçaria, beijaria , e o chamaria  de volta, para
abraçá-lo e beijá-lo uma vez mais.

Se eu soubesse que essa seria a
 última vez que ouviria sua voz
em oração, eu filmaria cada gesto,
 cada palavra sua, para que eu pudesse
ver e ouvir de novo, dia após dia.

Se eu soubesse que essa seria a última vez,
eu gastaria um minuto extra,ou dois,
 para parar e dizer: "Eu te amo", ao invés de assumir
que você já sabe disso.

Se eu soubesse que essa seria
 a última vez, eu estaria ao seu lado,
partilhando do seu dia, ao invés de pensar:
 "Bem, eu tenho certeza
que outras oportunidades virão,
 então eu posso deixar passar esse dia,
pois, "é claro," que haverá um amanhã
 para se fazer uma revisão, e
nós teremos uma segunda chance
 para fazer as coisas da maneira correta.
"É claro" que haverá um outro dia
para dizermos um ao outro: "Eu
te amo" e certamente haverá uma nova
 chance de dizermos um para o
outro: "Posso te ajudar em alguma coisa?".

Mas, no caso de eu estar errado,
 e hoje ser o último dia que
temos, eu gostaria de dizer o quanto eu amo você,
e espero que nunca nos esqueçamos disso.
O dia de amanhã não está prometido
para ninguém, jovem ou velho,
e hoje pode ser sua última chance
de segurar bem apertado a pessoa que
você ama. Se você está esperando pelo amanhã,
 por que não fazer hoje?
Porque se o amanhã não vier, você com certeza se arrependerá pelo resto de sua
vida por não ter gasto aquele tempo
 extra num sorriso, num abraço, num
beijo, porque estava "muito ocupado"
para dar à pessoa amada o que ela queria.
Então, abrace o seu amado,
 a sua amada hoje bem apertado.
Sussurre nos seus ouvidos,
dizendo o quanto o ama e o
quanto o quer junto
de você. Gaste um tempo para dizer:
 "Me desculpe", "por favor, me
perdoe", "obrigado", ou ainda:
"Não foi nada, está tudo bem".
 Porque se o amanhã jamais chegar,
 você não terá que se arrepender pelo dia de hoje.




DEIXE JESUS SE APROXIMAR DE VOCÊ


TEXTO BÍBLICO: João 5.1-15
Tema Específico: Jesus levanta os desanimados.
Idéia Central do Texto:
JESUS SEMPRE REANIMA OS DESANIMADOS.
Frase de Efeito: JESUS SE APROXIMA E NOS REANIMA.
Como Jesus reanima os desanimados? Com suas ATITUDES:

1) JESUS REANIMA OS DESANIMADOS APROXIMANDO-SE DELES (V.6) 
     - Oposição: Alguns não acreditam que Jesus queira se aproximar de um pecador.
    - Defesa: Há inúmeros testemunhos que não podem serem contestados, de vidas que foram tocadas e sentiram a presença de Jesus.
    - Boa semente: Lucas 5:8.
    - Fundamentação: Mateus:28:20b.
    - Ponto Cruz: Jesus pagou o preço na cruz!  – Colossenses 2:14 .
    - Aplicação: Devemos crer que a aproximação de Jesus é uma realidade.
    - Apelo do Meio: Há aqui alguém desanimado? Deixe Jesus se aproximar de você. Ele é teu socorro bem presente na hora da angustia.


2) JESUS REANIMA OS DESANIMADOS CURANDO SUAS ENFERMIDADES (vs 8-9)
    - Oposição: Alguns não acreditam que Jesus ainda cura.
    - Defesa: No entanto há incontestáveis testemunho desta verdade.
    - Boa semente: Mateus 5:8b.
    - Fundamentação:  Isaias 53:5b.
    - Ponto Cruz: Isaias 53:4
    - Aplicação: Devemos crer que Jesus ainda quer nos curar.
    - Apelo do Meio: Há alguém aqui desanimado da vida devido às suas enfermidades? Deixe Jesus se aproximar e receba o seu dom. Ele é o médico dos médicos.






3) JESUS REANIMA OS DESANIMADOS PERDOANDOS OS SEUS PECADOS (vs 14).
    - Fundamentação: João 4, João 8:1-11.
    - Ponto Cruz: Colossenses 2:13.
    - Aplicação: Lucas 19:1-10 (Ilustrativa) Zaqueu andava desanimado da vida, pois todos o acusavam de "ladrão",  mas quando Jesus se aproximou dele, Zaqueu recebeu o perdão e foi transformado. E a alegria tomou conta de sua vida.
    - Apelo do Meio: Há pecados que precisam ser confessados? Deixer Jesus se aproximar de você e confesse a Ele todos os seus pecados. Ele tem o poder e a autoridade para te perdoar e salvar. É Ele que perdoa todas as nossas iniqüidades. 

Conclusão:
Quando Jesus se aproxima de nós, a vida ganha novo ânimo, pois temos comunhão com Ele, saúde física e espiritual e alegria pelo perdão dos nossos pecados.
APELO FINAL:
Você e sua família estão precisando de ânimo, cura de enfermidades e perdão de pecados? DEIXE JESUS SE APROXIMAR DE VOCÊS. 

HÁ ESPERANÇA


"Não vos inquieteis, pois, pelo dia de amanhã; porque o dia de amanhã cuidará de si mesmo. Basta a cada dia o seu mal".
(Mateus 6.34)"
A fé cristã é realista. Não esconde as vicissitudes da existência, nem mascara as mazelas que, admitindo ou não, enfrentamos momento após momento! Há uma palavra cunhada para expressar esta realidade: alienação.
Negar a realidade, contudo, não a altera. Pode até ser que a negação repetida leve a um estado de condicionamento mental capaz de tornar o verdadeiro em falso e o falso em verdadeiro, mas mesmo assim o que se nega não deixa de existir...

É verdade que a vida cristã é coroada da alegria indizível, da paz que excede todo entendimento e de vitórias incontáveis... A vida, porém, não a vivemos apenas nos altos montes e picos da vitória, também a vivemos nas planícies do descontentamento, nos desertos das provas e tentações e, infelizmente, nos vales do silêncio e da morte!

Nossa experiência de vida, bem como a vivência com as angústias dos nossos irmãos e irmãs de fé, tem revelado o quanto precisamos de uma concepção bíblica do sofrimento para que não incorramos no mesmo erro dos outros "que não têm esperança" (I Tessalonicenses 4.13).

"Na fé cristã, a angústia não nos separa de Deus, mas ao contrário nos conduz a uma comunhão mais profunda com Deus. A fé cristã em Deus é essencialmente comunhão com Cristo, e a comunhão com Cristo é essencialmente a comunhão com o Cristo que foi tentado e que sofreu e se sentiu abandonado. Em sua própria angústia, o homem participa na angústia de Cristo, pois Cristo em Seus sofrimentos passou pelos mesmos sofrimentos e angústias que afetam os seres humanos".

SEJA HUMILDE COMO O SENHOR JESUS FOI

Por que e tão raro alguém pregar sobre humildade nos púlpitos de nossas igrejas nos dias de humildadehoje e ate mesmo em salas de aula nas escolas dominicais? será que este assunto não é Bíblico?, será que é pecado ensinar o povo de Deus a ser humilde?, porque esta tão escasso este assunto no meio do povo de Deus?, sendo o próprio senhor JESUS o maior exemplo de humildade que vemos na palavra de Deus, algo esta errado com certeza.
Vou começar pela definição da palavra: Humildade vem do Latim humus que significa “filhos da terra”. Refere-se à qualidade daqueles que não tentam se projetar sobre as outras pessoas, nem mostrar ser superior a elas. A Humildade é a virtude que dá o sentimento exato da nossa fraqueza, modéstiarespeitopobreza, reverência e submissão.
A palavra Humildade aparece na Bíblia 18 vezes e a palavra Humilhar, ou humilhar-se. aparece 29 vezes, então de onde que o povo de Deus tira tanta soberba? da bíblia que não é!
Quero compartilhar alguns textos da palavra sobre este assunto que penso ser um dos mais importantes para a vida secular de um crente e vital para um ministro da palavra de Deus.
Veja este texto: Efésios 4:1e 2
- ROGO-VOS, pois, eu, o preso do Senhor, que andeis como é digno da vocação com que fostes chamados, Com toda a humildade e mansidão, com longanimidade, suportando-vos uns aos outros em amor,
O apostolo Paulo estava preso e encarcerado, mais com um papel e caneta nas mãos ele esta livre para repreender o obra de Deus como neste versículo especialmente, ele diz: Rogo-vos, pois, eu, o preso do Senhor, ou seja; prestem a atenção no que eu vou falar, escutem bem, não estou brincando: que andeis como é digno da vocação com que fostes chamados, com toda Humildade, ….




Esta bem claro no texto de Paulo a igreja de Éfeso, que aquele que não é humilde, verdadeiramente não é digno de ser chamado filho de Deus, porque esta e a vocação que fomos chamados pelo pai para sermos filhos de Deus e o texto e ainda mais abrangente porque ele estava falando para toda a igreja no modo geral, então podemos dizer também que não é digno de ser chamado ao santo ministério, ao sacerdócio na casa de Deus, por isso que mesmo preso ele rogava e clamava de la de dentro para a igreja do lado de fora em Éfeso: Sejam Humildes!
Dura é esta palavra para todos nos, ela toca em quase todo o povo de Deus, especialmente em mim, porque sou também filho de Deus e o texto é para todos os filhos de Deus, chamados ao ministério ou não, temos que ser humildes.
Muitos crentes as vezes se perguntam porque não conseguem chegar ao topo de uma vida plena em Deus em todas as áreas de nossa vida, tais como; pessoal, familiar, profissional, social e principalmente ministerial. E uma pergunta muito complexa para se responder rapidamente, mais vou provar que a falta de humildade atrapalha diretamente você receber todas as bênçãos de Deus, conquistadas na cruz do calvário pelo o senhor Jesus.
Veja também este texto: Tiago 4:6
- Antes, ele dá maior graça. Portanto diz: Deus resiste aos soberbos, mas dá graça aos humildes.
Baseado neste texto, tomando como base que a soberba é exatamente o contrario de humildade, eu quero lhe fazer uma pergunta direta: Do que você mais precisa, da graça de Deus ou a resistência de Deus? A resposta esta no nível de humildade que você tem, que você pratica, que você vive aqui na terra diante dos seus mãos. Seja humilde para ser abençoado ou enfrente a resistência de Deus contra você.
Veja também este texto: Mateus 21:5 – Dizei à filha de Sião: Eis que o teu Rei aí te vem, Manso, e assentado sobre uma jumenta, E sobre um jumentinho, filho de animal de carga.
O senhor Jesus era digno e é digno de entrar em Jerusalém no melhor meio de transporte da época, talvez numa carro agem coberta de ouro e jóias, comum para os ricos daquele tempo, mais não, ele preferiu um jumentinho, como diz o texto, filho de animal de carga, sem duvida era o fusquinha 69 da época.

Ele nos deu, e nos da especialmente nos dias de hoje, uma demonstração clara e de vida para ser seguido por todo povo de Deus, que ele era humilde e é humilde e será para sempre.

O que nos resta a saber agora é: se nos vamos seguir os seus passos ou não, o seu exemplo de vida ou não, a sua maneira de ser ou não, o seu estilo de vida ou não. Se a resposta e simples e fácil, então seja humilde para não errar o caminho e assim possamos ser iguais a ele aqui na terra, como ele foi , para sermos abençoados por Deus.

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

Ter defeito não é o maior defeito.


Ter defeito não é o maior defeito.
O maior defeito é não tentar corrigir o que se pode ser corrigido, o que pode ser melhorado.

Com toda certeza em nossas vidas, já encontramos pessoas assim:
  • PESSOAS – PORTA  > Não sabem cumprir suas obrigações, sem RANGER…
  • PESSOAS – ÁRVORE> Dão galho por qualquer motivo…
  • PESSOAS – RIO >  Quando saem do leito, causam encrenca…
  • PESSOAS – PAPEL > Só servem para embrulhar, complicando o que é simples…
  • PESSOAS – ESPELHO > Só vêem a si mesmos… E sempre com o vidro de aumento…
  • PESSOAS – ROMANCE > Vivem fora da realidade. Lembram as novelas brasileiras…
  • PESSOAS – CARROÇA > Quanto mais vazias, mais barulhentas são…
  • PESSOAS – TREPADEIRA > Agarram-se aos outros para subir na vida…
  • PESSOAS – GUARDA DE TRÂNSITO > Só funcionam, quando postos na rua…
  • PESSOAS – GUITARRA MODERNA > Falam e gritam com todo o volume aberto…

-->

FELIZMENTE, ENCONTRAMOS COM OUTROS TIPOS DE PESSOAS, Assim:


v  PESSOAS – CIRINEU – Ajudam o próximo a carregar a cruz…
v  PESSOAS – ALEGRIA – Por onde passam, semeiam a bondade e o amor…
v  PESSOAS – ESPERANÇA – Acreditam nas pessoas e num mundo melhor…
v  PESSOAS – COMUNIDADE – Trabalham e lutam de mãos dadas as de seus irmãos…
v  PESSOAS – ORAÇÃO – Oram e dão o melhor de si mesmas sem fazer publicidade…
v  PESSOAS – PONTE – Ligam as duas margens, o tempo e a eternidade…
v  PESSOAS – CÁLICE DE SALVAÇÃO – Transportam CRISTO e o seu EVANGELHO, num gesto de humildade de quem está a serviço e reconhecem ser apenas instrumentos, um simples intrumento de DEUS e nada mais…
PARA REFLETIR: Será que as pessoas do quadro “01” são somente encontradas fora do nosso convivio, o mundo como um  “todo”, em relação ao meio que nos engajamos ou dizemos pertencer,  a Igreja,  a comunidade cristã, quadro “02”???

 fonte


Autor: José Eduardo P. de Andrade


terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

Como controlar os pensamentos?


"Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai."

Gálatas 6.7


-->


O que se passa em nossos pensamentos, dia após dia, irá alterar gradualmente a maneira como percebemos o mundo. Estar atentos ao que está realmente acontecendo em nossa mente é o segredo para não sermos surpreendidos por uma mudança em nossa vida que estivemos construindo durante muito tempo. Temos uma quantidade incontável de pensamentos durante um dia, aparentemente pensamos sobre muitas e variadas coisas, mas na realidade mais da metade deles gira em torno de apenas um assunto. Este assunto, que tem dominado o horário nobre de nossa programação mental, é o que está nos movendo - influenciando nossas decisões e moldando nosso ser.
Então a pergunta é: no que temos pensado? é algo bom? honesto? puro? louvável? Algo que realmente agrada a Deus? Ou temos passado o nosso dia a julgar e criticar, invejar e desejar o mal? Espero que não, pois o que estiver em nossa mente estará em nosso futuro.
Pense e fale sobre o que é bom e terá um futuro maravilhoso lhe esperando!

Uma Palavra pode Mudar uma Vida?


"A ansiedade no coração deixa o homem abatido, mas uma boa palavra o alegra."

Provérbios 12.25


Uma Palavra pode Mudar uma Vida? 
Esta questão sempre me acompanhou. Até que ponto a palavra interfere na maneira como vivemos, nas decisões que fazemos e até mesmo no que sentimos? Olhando para a citação acima encontramos que uma boa palavra alegra o coração até do homem abatido. E é a mais pura verdade. Muitas vezes estamos tristes, preocupados e abatidos, e ao ouvir uma boa palavra o que acontece? Somos fortalecidos. A palavra pode nos fazer entender o que não entendemos, pode nos fazer ver o que não estamos vendo, e pode até nos fazer sentir o que não estamos sentindo. Ela é muito importante!
Sabendo disto o que podemos fazer para termos uma vida melhor? 
O primeiro passo é evitar falar palavras destrutivas. Afinal, quem precisa delas? Por que tenho que dizer dez vezes ao dia que não consigo, não posso, não gosto e não estou bem? Qual a finalidade? O único resultado destas palavras será reforçar que não consigo, não posso, não gosto e não estou bem.
Se você sentir alguma dificuldade nisto não se espante, é muito comum sentir dificuldade em aceitar isto se você tem agido assim por vários anos, mas você precisa se esforçar, o resultado e o mérito será exclusivamente seu.





O próximo passo é começar a falar palavras boas. Diga que consegue não por que é o bom, mas porque vai tentar até conseguir. Diga que pode porque tem coragem suficiente. Se depois de ir lá e tentar você ainda não conseguir, não desista, tente de novo, afinal de contas sucesso é tentar até conseguir. Fracasso é deixar de tentar. Não desistir é o segredo dos campeões. Não desista!
Se não desistir é o segredo dos campeões fica aqui uma nova pergunta: qual o segredo para não desistir? E fica aqui também uma resposta: se motive a continuar tentando. Como? dizendo que consegue, pode, gosta e quer. Suas palavras estão definindo quem você é. Defina que quer ser uma pessoa vitoriosa. Vencedora. Satisfeita. Feliz.
Cremos em Deus, entendemos que tudo o que podemos fazer é por que Ele tem nos dado inteligência e força. Nossa vida depende dele. Quando um servo de Deus diz que pode, e que consegue, automaticamente em sua mente está convicto que pode e consegue porque Deus estará com ele, e será através da Benção de Deus que tudo se estabelecerá.
Ser mais que vencedor não é vencer aos outros, é principalmente vencer a si mesmo. Se você não acreditar que pode, estará derrotado antes de começar o combate. Creia, Deus nos chamou para sermos vencedores, para pensarmos e falarmos sobre o que é bom.
Uma Palavra pode Mudar uma Vida? 
Sim! Certamente, pode mudar. Para melhor ou para pior. Uma criança que só ouve "você é muito burro!" vai acreditar nisto. Vai viver com esta mentalidade. Toda uma vida. Por outro lado uma pessoa que recebe um elogio passa a enxergar melhor suas habilidades e qualidades. 
Diga palavras boas, que promovam crescimento e edificação, e você será o principal beneficiado.
Não se esqueça nunca: Uma Palavra pode Sim Mudar uma Vida!



O Tempo Certo

"Não to mandei eu? Esforça-te, e tem bom ânimo; não temas, nem te espantes; porque o SENHOR teu Deus é contigo, por onde quer que andares."

Josué 1.9






Quando Deus fala palavras como estas, ditas a Josué, o coração fica repleto de felicidade. São as promessas de Deus que nos fortalecem nos momentos difíceis da caminhada. Todos nós queremos receber de Deus estas Palavras, porém poucos de nós estão dispostos a agir como Josué, veja: 
- Primeiro: Josué era um homem de fé. Demonstrou isto inúmeras vezes. Ele não se importava com o tamanho do gigante, sua preocupação era unicamente acreditar e pronto. O restante Deus providenciaria, pois Ele prometeu que lhes daria a terra que manava leite e mel.
- Segundo: Josué obedeceu a Voz de Deus que nos versículos anteriores disse: "Tão-somente esforça-te e tem mui bom ânimo, para teres o cuidado de fazer conforme a toda a lei que meu servo Moisés te ordenou; dela não te desvies, nem para a direita nem para a esquerda, para que prudentemente te conduzas por onde quer que andares. Não se aparte da tua boca o livro desta lei; antes medita nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer conforme a tudo quanto nele está escrito; porque então farás prosperar o teu caminho, e serás bem sucedido." (Josué 1.7-8)
Precisamos entender que as Promessas de Deus para nossas vidas estão sempre ligadas a Fé [é preciso acreditar], a se Esforçar [e ter Bom Animo], Manter-se no caminho certo [sem se desviar] e Meditar na Palavra de Deus [de dia e de noite].
Cumpridos estes quatro pontos podemos ter a plena convicção que o Deus que abençoou a Josué estará conosco, pois Ele nos ama com o mesmo amor, e nos protege com o mesmo cuidado. Então Esforça-te e tem Bom Ânimo, pois o que é impossível para homens, é Possível para Deus. É Ele que te dará a vitória, faça no entanto a sua parte: Acredite nEle!

Somos pó da terra

Gênesis 2:7 - E formou o SENHOR Deus o homem do pó da terra, e soprou em suas narinas o fôlego da vida; e o homem foi feito alma vivente. 




Ao narrar a criação dos seres humanos, o livro de Gênesis dá um detalhe essencial sobre a sua estrutura. "Então, do pó da terra o Senhor formou o ser humano. O Senhor soprou no nariz dele uma respiração de vida e assim ele se tornou um ser vivo." (Gênesis 2:7).

O objetivo da narrativa bíblica não é explicar para a gente a razão de ser dos projetos divinos. A intenção da Bíblia é afirmar, sem nenhum equívoco, a soberania do Criador, ao formar o mundo e as pessoas do mundo. Há certos detalhes, entretanto, que revelam alguns aspectos da motivação do Criador. Homens, por exemplo, não são iguais ao anjos. Os "mensageiros" são espírito. São extra criação. Nós, seres humanos, compartilhamos da natureza material do universo. Nós, humanos, somos "pó da terra".

As dimensões materiais do homem não levam a Bíblia a menosprezá-lo. Pelo contrário, ao dar ao homem a complexidade psicofísica, o Senhor declara a importância que Ele atribui aos elementos que Ele criou. O universo sempre tem sido o alvo da providência justa e amorável de Deus. Por isso, nós outros, que somos "pó da terra", somos importantes para o Senhor. Porque somos "pó da terra", precisamos do "sopro" do Espírito para, realmente, gozarmos o privilégio de um "ser vivo". E não somente vivo, mas vivo com abundância porque, em Cristo, nós os pós da terra recebemos a capacidade de nos tornarmos "filhos de Deus". Filhos do Criador, herdeiros de Deus e co-herdeiros de Cristo. Somos mais do que apenas pó da terra.