Mostrando postagens com marcador Dicas - Saúde. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Dicas - Saúde. Mostrar todas as postagens

domingo, 14 de julho de 2013

Alimentos ricos em ferro


mulher comendo brócolisOs alimentos rico em ferro são importantes em uma dieta equilibrada e saudável no cotidiano das pessoas. Eles auxiliam na prevenção da anemia, uma doença desencadeada por vários fatores com a baixa ingestão de alimentos ricos em ferro entre os principais.
A anemia é caracterizada pela deficiência de quantidades de hemoglobina, responsável pela troca de oxigênio e gás carbônico entre o sangue e outras células em nosso organismo. Entre os sintomas provocados pela anemia estão a dificuldade de concentração, irritabilidade, palidez, tontura, cansaço, fraqueza, falta de ar e perda de apetite. Essa doença atinge milhares de brasileiros de todas as idades.
A melhor forma de prevenção dessa doença é o consumo de alimentos variados e ricos em vitaminas, incluindo o ferro.
-->


Alimentos ricos em ferro e zinco

Feijão cozidoPara ser um indivíduo saudável, é necessária uma alimentação balanceada e equilibrada, rica em vitaminas e sais minerais. Entre os minerais extremamente importantes para um bom funcionamento do organismo estão o ferro e o zinco.
Além de auxiliar no transporte de oxigênio e gás carbônico no nosso organismo, o ferro também faz parte das enzimas que atuam no processo de respiração celular. Uma pessoa adulta e saudável deve ter no organismo de três a cinco gramas de ferro.
São alimentos ricos em ferro o brócolis, feijão, fígado de boi, espinafre, amêndoas, gema de ovos, peixes, banana, carnes magras, avelã, aspargos e muitas outras fontes.
NozesO zinco é um mineral muito importante para uma vida saudável, sua função é essencial para nosso sistema imunológico, ele nos defende contra vírus, bactérias e fungos.
Uma pessoa que consome uma dieta pobre em zinco costuma apresentar doenças infecciosas e passam mais tempo doente se comparadas com pessoas que possuem uma dieta adequada com esse mineral.
A ausência de zinco provoca fragilidade do sistema imunológico, problemas na pele e na cicatrização de ferimentos e mau funcionamento do fígado. Para um cardápio ricos em alimentos com zinco não podem faltar carnes, nozes, castanhas, pães integrais, aveia, feijão e leite integral.
Uma alimentação balanceada e ricas nesses dois minerais é essencial para a manutenção da saúde e qualidade de vida.

 Alimentos ricos em ferro para gestante

gestantePara a evolução de uma gravidez saudável, com garantia de boas condições no parto, boa lactação e saúde para mãe e bebê são necessárias o consumo de alimentos ricos em vitaminas e minerais, dieta balanceada e variada.
O ferro é um mineral muito importante nesse processo, e além de ajudar na prevenção da anemia e auxiliar no transporte de oxigênio no organismo da mãe também atua no organismo do feto, garantindo seu desenvolvimento saudável.
Ele também contribui na recuperação pós parto, ao dar a luz, a mulher precisa obter energia, que é proveniente de bons recursos nutricionais. Além disso, alimentos ricos em ferro contribui na diminuição do cansaço, alterações no humor e obstipação.
Portanto, para uma boa evolução da gravidez e nascimento de um bebê saudável é de extrema importância o consumo de alimentos variados, equilibrados e ricos em ferro.

 Alimentos ricos em ferro e proteínas

Alimentos rico em ferro e proteínaAssim como o ferro, as proteínas são essenciais em um cardápio saudável, elas são responsáveis pela formação da nossa massa corporal magra, além disso, elas regulam o funcionamento dos órgãos do nosso corpo, auxiliam na defesa do organismo através da formação dos anticorpos, são construtoras de novos tecidos e são a matéria – prima de alguns hormônios.
As proteínas se dividem em dois tipos, as proteínas animais e as vegetais. Os alimentos ricos proteínas de origem animal são ricos em ferro, zinco e vitamina B e as fontes são as carnes, ovos e derivados do leite.
Alguns exemplos de alimentos ricos proteínas de origem vegetal são a soja, feijões, lentilha e amendoim.

 Alimentos ricos em ferro e ácido fólico

alimentos rico em ferro e ácido fólicoO ácido fólico, assim como o ferro é responsável pela prevenção da anemia. Ele é importante para o metabolismo dos aminoácidos e para a formação de glóbulos vermelhos saudáveis.
As pessoas que consomem bebidas alcoólicas exageradamente podem apresentar deficiência de ácido fólico, pois o álcool pode interferir na absorção da vitamina.
As gestantes ou as mulheres que pretendem engravidar necessitam de uma maior quantidade de alimentos ricos em ácido fólico, podendo ser aconselhado por um médico o uso de um suplemento para evitar defeitos congênitos no bebê.
As fontes de alimentos ricos em ácido fólico são fígado de boi, legumes de folha verde como o brócolis, aspargos e espinafres, laranjas, cereais e leguminosas.
Portanto alimentos ricos em ferro e ácido fólico são necessários para a prevenção da anemia, garantindo uma vida saudável e por conseqüência uma melhor qualidade de vida.

sexta-feira, 22 de março de 2013

3 Motivos Para Não Beber Coca-Cola


Em um dia extremamente quente, não tem nada melhor que abrir uma lata bem gelada de Coca-Cola e matar a sede, não é verdade?
Considerada a bebida mais consumida no mundo e apelidada carinhosamente de Coca, ela é uma bebida extremamente nociva e pode ser o motivo de algumas doenças que atingem jovens e adultos.
-->


Descubra três motivos para não beber Coca-Cola e surpreenda-se:

cocacola 3 Motivos Para Não Beber Coca Cola

1º – Você está ingerindo açúcar em excesso! 
Uma lata de Coca-Cola contém mais do que 100% das nossas necessidades diárias de açúcar. Ou seja, você está forçando seu fígado a converter o açúcar em gordura o que ocasionará uma sensação momentânea de prazer. Contudo, não se deixe levar pelo prazer, pois depois de algumas horas você estará irritado e com sonolência, tudo devido à inocente latinha que você tomou.
2º – Você poderá ter osteoporose precocemente. 
Estudo realizado na Alemanha descobriu que o aumento da osteoporose nas crianças a partir dos dez anos se dava ao consumo excessivo de Coca-Cola. Isso porque o ácido fosfórico presente nesta bebida é capaz de dissolver uma unha em quatro dias, e corroer um osso em uma tigela em apenas dois dias. Imagina o que ela pode fazer com o seu corpo no decorrer dos anos.
3º – Cuidado com a gastrite! 
Se você tem problemas de gastrite ou sente um ardor no estômago, saiba que tomar Coca-Cola será o golpe fatal, pois na Coca existe uma substância chamada ácido cítrico capaz de tirar manchas de roupa e combater a ferrugem, além do que nos EUA os guardas que fazem patrulha nas estradas, carregam galões de Coca para limpar vestígios de sangue decorrentes de acidentes. Será que o ácido é nocivo?
Será que beber apenas uma latinha faz mal? O que você acha?

-->


Assista um pouco dos videos:

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

Glaucoma: saiba como prevenir

Conheça mais sobre essa doença que atinge 2% dos brasileiros



Glaucoma saiba como prevenirUma doença silenciosa e menos conhecida do que se deve atinge 2% dos brasileiros acima dos 40 anos. Isso significa que um milhão de pessoas no país apresentam o glaucoma. A situação passa a ser ainda mais preocupante por conta de uma pesquisa realizada pela IBOPE, com mais de duas mil pessoas, a pedido da Sociedade Brasileira de Glaucoma.


Os dados concluíram que cerca de 50 milhões de brasileiros acima de 16 anos de idade nunca foram ao oftalmologista. Quase 1/3 dos entrevistados com mais de 40 anos desconhece completamente o glaucoma e 13% não sabem que o problema pode causar cegueira.
Essa doença está relacionada à pressão ocular. Conforme explica Dr. Renato Neves, médico oftalmologista e diretor-presidente do Eye Care Hospital de Olhos, em São Paulo, quanto maior a pressão, maior a chance de lesão no nervo óptico e consequente perda de campo visual.
"Essa perda de visão é evitável se o problema for diagnosticado no início. Porém, muitas vezes as pessoas só reparam nessas áreas cegas depois que o nervo óptico já sofreu grande dano. Quando todo nervo é destruído, ocorre a cegueira". Oglaucoma acomete pessoas com mais de 60 anos na maioria das vezes e também pessoas com miopia, histórico familiar de glaucoma, lesões oculares prévias, histórico de anemia aguda e negros.
Existem dois tipos principais de glaucoma: o crônico de ângulo aberto (mais comum) e o de ângulo fechado. O primeiro ocorre por conta do envelhecimento e costuma prejudicar a visão de forma tão indolor e gradual que a pessoa só percebe o problema quando o nervo óptico está bastante lesado.
Quando a pressão do olho aumenta rapidamente, têm-se o glaucoma de ângulo fechado. "Os sintomas incluem perda súbita de visão ou embaçamento, náuseas, vômitos, dor forte no olho, dor de cabeça e halos coloridos ao redor das luzes. E o Dr. alerta: "É fundamental não confundir esses sintomas com os de enxaqueca, o que prejudica o tratamento. É necessário checar se os olhos não estão avermelhados, indicando uma urgência oftalmológica."
Outro tipo menos comuns de glaucoma é o crônico de ângulo fechado (quando ocorre um fechamento gradual e indolor do ângulo), que acomete mais pessoas de origem africana ou asiática. Há ainda outros tipos raros da doença, como o glaucoma congênito e o juvenil, que aparece em crianças e adultos jovens.
Para detectar o problema a pessoa deve ir ao oftalmologista e passar um exame completo e indolor. Nele, o especialista vai medir a pressão ocular do paciente (tonometria), verificar o ângulo de drenagem de seu olho (gonioscopia), avaliar se há lesão do nervo óptico (oftalmoscopia) e testar o campo de visão de cada olho (perimetria). Caso a doença já exista, estes mesmos exames são feitos como forma de acompanhamento da doença. Eles são vitais para prevenir a perda total de visão.
O especialista orienta que pacientes com menos de 40 anos devem fazer exames a cada dois anos. "Entretanto, as visitas ao oftalmologista passam a ser anuais se houver na família outros casos de glaucoma, se tomar medicamentos esteróides, tiver acima de 50 anos, ascendência africana ou asiática ou se já sofreu alguma lesão ocular grave", completa.
É importante ressaltar que o glaucoma leva à cegueira e essa lesão normalmente é irreversível. O uso de colírios, remédios e cirurgias podem prevenir ou bloquear o aparecimento de mais lesões.
Veja os tratamentos possíveis para controlar o glaucoma:
Medicamentos: uso de colírio aplicado várias vezes ao dia, às vezes combinado com medicações ingeridas via oral. "Eles diminuem a pressão ocular, retardam a produção do humor aquoso (líquido que circula no interior do olho) e melhora o fluxo que sai pelo ângulo de drenagem", explica Dr. Renato.
Cirurgia a laser: no caso de glaucoma de ângulo aberto, o próprio ângulo de drenagem é tratado (neste caso, o laser aumenta o dreno e controla a pressão). Se for o glaucoma de ângulo fechado o laser se encarregará de criar um furo na íris (iridotomia) para melhorar o fluxo de humor aquoso para o ângulo de drenagem.
Cirurgia convencional: controla o glaucoma criando um novo canal de drenagem, de forma que o humor aquoso sai do olho e a pressão intraocular baixa.
Por Juliana Falcão (MBPress)                                                                                                                                          Fonte:maisequilibrio






Como Prevenir Pedra nos Rins


A ingestão excessiva de alimentos gordurosos também favorece a formação dos cálculos


Beber líquidos ajuda a prevenir pedra nos rinsNeste período de temperaturas mais elevadas, a hidratação adequada, com ingestão frequente de líquidos, principalmente de água, é a principal arma contra a formação de cálculos renais.
O urologista Alcides Mosconi explica que 12% da população apresenta cálculo renal. Em 80% dos casos as pedras são expelidas naturalmente.

Os demais pacientes apresentam dores fortes e outros problemas como infecções que precisam ser tratadas com medicamentos e procedimentos cirúrgicos.

Quer saber como se formam os cálculos? Todas as pessoas expelem grandes quantidades de sais de cálcio, ácido úrico e outras substâncias pela urina. Em algumas delas, estes cristais ficam saturados na urina, se acumulam e acabam depositados nos rins formando, em longo prazo, as pedras.
O Hospital do Homem listou algumas dicas para ajudar a população a evitar o problema durante o ano todo.
- Beba água. O ideal é consumir, no mínimo, dois litros ao longo do dia. Quem faz atividade física deve fazer reposição de líquidos durante a atividade. A indicação é tomar cerca de 600 ml de água a cada 40 minutos de exercícios.
- Aposte nas frutas cítricas. Sucos de abacaxi, limão e laranja contêm citrato, substância que inibe a formação de cálculos.
- Fuja das bebidas alcoólicas. Mesmo nos dias mais quentes é importante não abusar na ingestão de álcool. Este tipo de bebida desidrata as células e pode trazer outros problemas de saúde.
- Evite ingerir receitas caseiras. O conhecido chá de quebra-pedra é um mito. A mistura pode ser tóxica caso haja exagero na quantidade de ervas. Além disso, não são as folhas que desfazem os cálculos renais, mas sim a água do chá.
- Alerta: pacientes obesos estão mais propensos a desenvolverem o problema. O tabagismo também aumenta a chance de aparecimento dos cálculos. Praticar atividade física pelo menos três vezes por semana é importante para a saúde de todos os indivíduos.
- Fique atento ao que você leva à mesa. A ingestão excessiva de alimentos gordurosos e industrializados pode acelerar ou provocar desequilíbrios no corpo e propiciar a formação dos cálculos. Não exagere no consumo de proteínas de origem animal (carnes, ovos, leite e derivados) e frutos do mar, que são ricos em cálcio e ácido úrico.
Clique aqui para saber quanto você precisa emagrecer e comece agora mesmo sua reeducação alimentar!
Por Jessica Moraes
Fonte:maisequilibrio


-->



10 Dicas para um Emagrecimento Saudável



10 dicas para o emagrecimento saudávelComer, comer, comer! Para quem quer emagrecer, a comida não sai da cabeça 24 horas por dia. 
O que era um ato espontâneo, passa a ser pré-determinado. Explica-se: emagrecer requer horários para as refeições, não poderá mais ir correndo para a geladeira a qualquer momento só para satisfazer uma mera vontade.

Alimentar-se é fonte de prazer, mas, primeiramente, fonte de energia e nutrientes para o organismo.

Convenhamos, quando se fala em dieta ou disciplina alimentar quem é que não torce o nariz? Quem é que não acha que vai cair de pára-quedas em um campo de concentração, onde irá tocar a sirene da alimentação sem gosto?  
Esqueça tudo isso! Alimentação sem sabor e altamente restrita significa caminho oposto do emagrecimento saudável. Isso mesmo. Antes de dar pulos de alegria é bom saber e ter certeza do que pretende para você.
Emagrecer por estética só para entrar naquele vestido que insiste em ficar justo ou para entrar na calça de um ano atrás que tinha caimento perfeito faz com que loucuras sejam cometidas. Tenta-se de tudo. Dias e dias ingerindo somente saladas. É a dieta verde! Dias e dias bebendo só sucos. É a dieta da vitamina! Dias seguidos engolindo a mesma sopa. Que dieta é essa?
Atitudes emergenciais trarão sucesso? Depende do que se entende por sucesso. Se ele significa ir àquela festa com o tão sonhado vestido, parabéns! Um conselho? Prepare-se para o que virá. Não se desespere se, na semana seguinte, encontrar dificuldades em entrar na mesma peça de roupa. Agora, se pretende mudar a alimentação para ter um corpo mais saudável, mais disposto e mais bonito, a conversa é outra.
Não há fórmulas mágicas. Se quer uma receita para te ajudar a emagrecer, sem segredos, atividade física! Será bom estar mais disposto e, de quebra, queimar calorias e melhorar o condicionamento físico.
Emagrecer lentamente é desestimulante, já que não vê os resultados rapidamente? E o que dizer das várias tentativas frustradas? Como se sente quando se recorda de tantos sacrifícios?
Então, siga as 10 dicas para emagrecer de forma saudável. E, é claro, duradouro.
1. Não tenha pressa. Se está acima do peso, pergunte-se há quanto tempo carrega esse excesso. Então, para que eliminar peso do dia para a noite? (Clique aqui e veja quanto precisa emagrecer e comece agora sua reeducação alimentar!)

2. Corrija gradativamente a sua atitude em relação aos alimentos.

3. Não exclua de um dia para outro aquele alimento que só de pensar dá água na boa. Na verdade, nunca o exclua, mas saiba quando e quanto pode ingerí-lo.

4. Controle a ansiedade. Encontre uma distração ou um hobby que faça com que a sua atenção desvie da comida.

5. Estipule horários para as refeições.

6. Deixe de comer aquele doce e substitua pela fruta da sua preferência.

7. Beba muita, mas muuuuuita água.

8. Deixe o seu prato colorido. Saladas e legumes devem estar presentes diariamente no almoço e jantar.

9. Se alguém notar que está adotando novos hábitos e perguntar se está de "regime", mande um audível "não". Muitas pessoas adoram sabotar as boas intenções alheias.

10. Confie em você! Tenha sempre uma atitude positiva. Estar determinada e confiante é mais do que meio caminho andado para atingir o seu objetivo.    


Por:
Roberta Stella
Nutricionista formada pela Universidade de São Paulo (USP)
     
Fonte:cyberdiet